Neta perde avó para Covid e escreve carta comovente ao Hospital e Maternidade Santa Isabel

By 22 de fevereiro de 2021Notícias

No dia 27 de março, o Hospital e Maternidade Santa Isabel – HMSI completará 365 dias como hospital de referência para atendimento a pacientes da Covid-19 para Jaboticabal e microrregião, assistindo a pacientes do Sistema Único de Saúde e também de operadoras de saúde privada. A Unidade Covid-19 do HMSI recebeu até mesmo pacientes transferidos de Ribeirão Preto.

“Esse ano tem sido, certamente, um dos períodos mais intensos da história de nossa instituição centenária. Convivemos com uma nova e grave enfermidade, que exige mudança de protocolos, preparo de pessoal, alteração em toda a estrutura do hospital e, graças às nossas equipes, temos dado as melhores respostas possíveis à nossa comunidade”, destaca o coordenador hospitalar, Dr. Jeyner Valerio Junior.

Centenas de pacientes já passaram pela Unidade Covid-19, que tem sido responsável pela recuperação da saúde de muitas pessoas. No entanto, a Unidade também convive com perdas e compartilha a dor de familiares. A política de humanização do atendimento implantada pela instituição tem sido uma dimensão importante no relacionamento entre Hospital, profissionais de saúde, paciente e familiares.

O sentimento de perda vivenciado pelas famílias é atenuado pela transparência adotada pelo Hospital e pela certeza da adoção dos procedimentos mais adequados no cuidado com o paciente. “Recebemos diariamente demonstrações de reconhecimento e gratidão das famílias e isso é muito importante, injetando ânimo em nossas equipes.”, destaca Dr. Jeyner.

Na última semana, o Hospital recebeu uma comovente carta de agradecimento escrita pela Técnica em Enfermagem Isabella, neta de Maria Luzinete dos Santos Pegrucci, que permaneceu internada na Unidade Covid-19, mas não resistiu à doença. Apesar da perda, Isabella exprime em sua carta todo o reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelo HMSI.

Leia a íntegra da carta

“Que a nossa vida sirva para salvar outras vidas”.

Compartilhar

Leave a Reply