Hospital e Maternidade Santa Isabel é referência no atendimento a pacientes com AVC

By 8 de dezembro de 2020dezembro 9th, 2020Notícias

O Hospital e Maternidade Santa Isabel – HMSI, é referência no atendimento a pacientes vítimas de Acidente Vascular Cerebral – AVC, que é a principal causa de mortes no Brasil e incapacidade no mundo. Estatísticas apontam que uma em cada 6 pessoas terá essa condição ao longo da vida.

Atualmente, o HMSI recebe pacientes do SUS de Jaboticabal e pacientes de plano de saúde de Jaboticabal e microrregião.  A instituição aguarda pelo credenciamento para prestar assistência aos pacientes do SUS da região.

Quanto mais rápido for o atendimento à vítima do AVC, mais chances ela terá de ter a vida salva, por isso a existência de um hospital referência  é tão importante.

O HMSI é responsável pela administração de medicamento capaz de evitar a morte e sequelas do AVC Isquêmico, desde que aplicado em até quatro horas e meia do início da crise. Por isso mantém plantão de médico neurologista 24 horas por dia.

“Quanto mais cedo for realizada a intervenção médica após o início do sintoma, melhores as chances de reverter  a isquemia e evitar sequelas.  Os médicos têm poucas horas para poder fazer um medicamento e aplicar procedimentos que revertam essa obstrução da artéria, o que faz com que o sangue volte a circular naquela região que havia perdido o fluxo sanguíneo.”, destaca o gerente de enfermagem

O HMSI investiu em assessorias e treinamento e integra a Iniciativa Angels, uma coordenação internacional de vários centros médicos que se capacitam em atender pacientes com AVC. O Hospital desenvolveu um protocolo de tratamento agudo ao Acidente Vascular Cerebral (AVC).  O HMSI reúne a  estrutura tecnológica que possui – com recursos de tomografia– ao treinamento intensivo de suas equipes, desenvolvendo assim o protocolo de AVC no hospital.

Imediatamente após a chegada ao Hospital, o paciente com sintomas de AVC é submetido a exame de imagem que vai confirmar ou não a ocorrência e o tipo de AVC. A partir do momento da chegada do paciente, o HMSI tem 60 minutos para iniciar a administração do medicamento recomendado para vítimas de AVC do tipo isquêmico (veja box).

 

E como identificar uma vítima de AVC?

Saber reconhecer os sinais de alerta e buscar atendimento médico de emergência pode ajudar a salvar a vida de uma pessoa que esteja passando pelo problema. Os principais sinais de alerta do AVC são: dormência ou fraqueza no rosto, braço ou perna; dificuldade para falar ou compreender a fala; dificuldade súbita para enxergar com um ou os dois olhos; dificuldade súbita para caminhar ou se equilibrar; dor de cabeça súbita e intensa.

“Precisamos popularizar e informar até mesmo as crianças que ficam com os avós sobre Brasil, o teste do SAMU para identificar os sinais do AVC. É só lembrar das siglas da Palavra SAMU: S – de sorriso: peça para a pessoa sorrir, a pessoa com AVC apresentará um sorriso diferente em cada lado da boca. A – de abraço: peça para a pessoa um abraço; ela não conseguirá estender os braços na mesma altura.  M – de música: peça para a pessoa repetir uma frase de uma música como parabéns a você e ela se atrapalhará na letra. U – de urgência: se a pessoa não conseguir fazer essas ações, ligue para o SAMU pelo 192.”, salienta o gerente de enfermagem do HMSI, Márcio Ramos.

 

Conheça os dois tipos de AVC

AVC Isquêmico

O tipo de AVC mais comum. Está relacionado à obstrução ou redução brusca da circulação sanguínea em uma artéria cerebral.

AVC Hemorrágico

É causado por uma ruptura de um vaso, com extravasamento de sangue para o interior do cérebro

 

Compartilhar

Leave a Reply