Todas as mensagens por

Comunicação

Hospital e Maternidade Santa Isabel promove curso de Reanimação Neonatal

De | Notícias | Sem comentários

Profissionais de enfermagem e fisioterapia do Hospital e Maternidade Santa Isabel participaram, nos dias 5 e 6 de dezembro, do Curso de Reanimação Neonatal e de Reanimação de Prematuro em Sala de Parto. A atividade, que faz parte do cronograma do Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), foi conduzida pela médica pediatra Dra. Marisa Aguiar, e realizada no próprio hospital.

O curso – que tem carga horária de 8 horas, abordou temas como humanização da sala de parto, recepção dos recém-nascidos vigorosos (saudáveis) – que fazem a transição em contato pele a pele com a mãe, e condutas necessárias para a reanimação dos bebês que precisam de auxílio na transição da vida de dentro para fora do útero.

Foram realizadas aulas práticas e teóricas, e testes pré e pós-curso. Os profissionais aprovados receberão certificados da SBP – o curso de reanimação neonatal, criado em 1994, já certificou mais de 70 mil médicos e quase 35 mil profissionais de saúde (exceto médicos). Já o curso de reanimação de prematuro existe desde 2012 e certificou mais de 3,5 mil médicos e 2,3 mil enfermeiros e fisioterapeutas.

“O treinamento desenvolve no profissional habilidades que permitem melhor condução do atendimento ao recém-nascido, principalmente em situações de urgência e emergência em sala de parto, resultando em mais qualidade e melhor suporte para os bebês, com mais segurança para o profissional envolvido”, afirma Dra. Marisa.

Ao mesmo tempo em que prepara os profissionais para situações extremas, o curso também eleva o nível do atendimento regular oferecido pelo hospital às gestantes e recém-nascidos. “A instituição que treina seus profissionais oferece serviços mais especializados, mais seguros e melhor atendimento – mesmo em intercorrências de baixo risco”, ressalta a médica pediatra.

Programa de Reanimação Neonatal

Os cursos que foram ministrados no Hospital e Maternidade Santa Isabel são denominados, oficialmente, Curso Teórico e Prático de Reanimação Neonatal para Profissionais de Saúde (≥ 34 semanas) e Curso Teórico e Prático de Reanimação do Prematuro em Sala de Parto (< 34 semanas).

O Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria, do qual fazem parte, tem como missão “disseminar conhecimentos atualizados relativos ao cuidado do neonato ao nascer, no transporte e na estabilização imediata após a reanimação, com a finalidade de reduzir a mortalidade associada à asfixia perinatal”.

Além disso, também visa fornecer subsídios aos profissionais para melhor analisarem as condições do recém nascido e utilizarem ou não as técnicas e protocolos fornecidos durante o treinamento.

Pelo segundo ano consecutivo, HMSI recebe Missa Campal da Paróquia São Benedito

De | Notícias | Sem comentários

No próximo domingo, 17 de novembro, a Paróquia São Benedito realiza a Missa Campal em homenagem à Santa Isabel da Hungria. E, pelo segundo ano consecutivo, a celebração será realizada em frente ao Hospital e Maternidade Santa Isabel (Rua Marechal Floriano Peixoto, 1.387), a partir das 18 horas.

Nesta edição, a Missa Campal será celebrada pelo Bispo Diocesano Dom Eduardo Pinheiro da Silva. Também estarão presentes auxiliando na condução da celebração o Padre Marciel Silva de Lima e o Padre Rodrigo Antônio Biso – ambos da Paróquia São Benedito, e o Padre Adílson, da Paróquia Santa Teresa de Jesus.

Após a celebração da Missa Campal, será realizada uma quermesse, também em frente ao hospital, com venda de pastel de carne e de queijo, cachorro quente e quibe frito, além de bebidas. Todo o valor arrecadado será destinado ao HMSI.

Quem foi Santa Isabel da Hungria

Santa Isabel da Hungria foi uma princesa do início do século XIII que praticava obras de misericórdia, dava de beber e de comer a quem batia à sua porta, distribuía roupas, pagava as dívidas, cuidava dos doentes e sepultava os mortos.

Após a morte de seu marido, o rei Ludovico, a jovem viúva foi expulsa com seus três filhos do reino da Turíngia (região atualmente pertencente à Alemanha) e passou a peregrinar por povoados, trabalhando onde era acolhida, assistindo os doentes, fiando e costurando.

Durante esse período, ela teve seu nome reabilitado por parentes e amigos e pôde retirar-se para o castelo da família em Marburgo. Construiu depois um hospital para leprosos. Viveu os três últimos anos de vida no hospital cuidando dos doentes e acompanhando o término da vida dos moribundos, fazendo trabalhos humildes e repugnantes. Ela faleceu em 17 de novembro de 1231.

Diz-se que no dia de sua morte, um irmão leigo tinha quebrado um braço em um acidente e sofria na cama com dores. Então, Santa Isabel lhe apareceu com vestidos radiantes e o irmão lhe perguntou por que estava vestida tão formosamente. Ela respondeu: “É que vou para a glória. Acabo de morrer para a terra. Estique seu braço porque foi curado”.

Dois dias depois do enterro, um monge cisterciense foi ao túmulo de Santa Isabel e ajoelhou-se para pedir à santa que intercedesse para se curar de uma terrível dor no coração. De uma hora para outra, conta-se que ficou completamente curado de sua doença.

(Informações: Agência Católica de Informações e Franciscanos)

Projeto Parto Adequado recebe premiação da FGV

De | Notícias | Sem comentários

O Projeto Parto Adequado é um dos vencedores do II Prêmio FGV Direito Rio – Melhores Práticas em Regulação. A iniciativa desenvolvida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) recebeu, no dia 14 de outubro, menção honrosa na categoria Proteção aos Direitos dos Consumidores ou Usuários durante o II Seminário do Projeto Regulação em Números, na sede da Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro.
O Hospital e Maternidade Santa Isabel (HMSI) foi pioneiro, no Brasil, na implantação do parto humanizado em todos os nascimentos com o Projeto (atualmente Programa) Melhor Parto, em 2013, com base na Ciência da Melhoria do Institute for Healthcare Improvement (IHI), de Boston, Estados Unidos, e em concordância com as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Ministério da Saúde. Sua experiência antecipou em dois anos e inspirou a criação do Parto Adequado, do qual o HMSI também faz parte.

“A premiação recebida pela ANS atesta que, há quase sete anos, o Hospital e Maternidade Santa Isabel escolheu o caminho correto no que se refere à qualidade e à segurança da atenção obstétrica. Fomos pioneiros e nos antecipamos à adoção do projeto em todo o país, que atualmente está implantado em centenas de hospitais e é adotado por dezenas de operadoras de saúde”, afirma o coordenador do HMSI, Dr. Jeyner Valério Júnior.

Com o parto humanizado, mães e filhos estreitaram o contato e puderam ficar juntos a partir do nascimento. A equipe médica foi unificada, garantindo plantão presencial com médico obstetra, pediatra e anestesiologista 24 horas por dia. Foram feitos investimentos na equipe multidisciplinar, principalmente enfermeiras (os) obstetras, visando a uma equipe completa integralmente voltada para a humanização do parto, acolhimento, conforto e segurança à mulher e ao bebê.

Além de uma equipe capacitada, o HMSI também fornece a melhor infraestrutura às suas pacientes: instalações modernas, com suíte PPP (que se modifica conforme a necessidade da paciente: pré-parto, durante o parto e pós o parto); bola de pilates, estrado para agachamento, banqueta própria para o parto (que permite que o acompanhante abrace a paciente durante o parto), sonar à prova d´água para permitir o parto dentro da água, cardiotocografia, entre outros.

Sobre o Projeto

O Parto Adequado visa apoiar a implantação de ações baseadas em evidências científicas, para aumentar a qualidade e a segurança da atenção à gestante, reduzindo o percentual de cesarianas desnecessárias e os riscos delas decorrentes.

Atualmente, o setor suplementar de saúde registra um número alarmante de cesarianas: 83% do total de partos (dados de 2018). Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), taxas de cesárea maiores que 10% não estão associadas com redução de mortalidade materna e neonatal, não havendo justificativa clínica para a realização de tantas cirurgias.
O projeto utiliza a metodologia conhecida como ciência da melhoria, buscando oferecer a mulheres e bebês o cuidado certo, na hora certa, ao longo de toda a gestação, durante o trabalho de parto e no pós-parto.

Desde a criação do Parto Adequado, em 2015, até maio de 2019, a estimativa é que o projeto tenha evitado mais de 20 mil cesarianas desnecessárias.

*Com informações da ANS

Hospital e Maternidade Santa Isabel anuncia vaga de farmacêutico(a)

De | Vagas | Sem comentários

O Hospital e Maternidade Santa Isabel está contratando farmacêutico (a) para atuar no horário das 22h às 6h20. Interessados devem deixar currículo impresso na recepção do próprio hospital, aos cuidados do Departamento de Gestão de Pessoas (RH), ou enviar para o email rhhmsi@unimedjaboticabal.coop.br, até o dia 25 de outubro.

O pré-requisito para concorrer à vaga é ter formação superior em Farmácia com registro no conselho (CRF) ativo. É desejável pós-graduação em Farmácia Clínica ou Hospitalar. Além disso, é importante ter conhecimentos de informática.

Confira, abaixo, algumas das atribuições da função:

– Prestar informações técnicas sobre medicamentos (diluição, conservação e estabilidade)
– Controlar a dispensação dos medicamentos psicotrópicos em geral e medicamento que contém a substância Misoprostol
– Controlar a dispensação e aquisição de medicamentos específicos do Ministério da Saúde (tuberculose, H1N1, HIV)
– Controlar os estoques de medicamentos e materiais em geral
– Controlar a qualidade dos medicamentos adquiridos pelo hospital
– Controlar a distribuição dos medicamentos em dose unitária aos pacientes
– Interagir com os médicos quando houver dúvidas com prescrições, medicamentos, substituição ou até a falta do medicamento
– Fazer conferência da distribuição dos materiais e medicamentos aos pacientes
– Fazer conferência da prescrição médica relacionada a medicamentos e posologias
– Fazer conferência e controle dos medicamentos e materiais na farmácia satélite
– Fazer controle dos carrinhos de urgência
– Ficar responsável pela farmácia satélite do centro cirúrgico e OPME

HMSI arrecada 33 garrafas PET de lacres de alumínio para a Campanha Eu Ajudo na Lata

De | Notícias | Sem comentários

Colaboradores e clientes do Hospital e Maternidade Santa Isabel engajados em torno de um gesto solidário: arrecadar lacres de latinhas de alumínio para a Campanha Eu Ajudo na Lata, da Unimed Jaboticabal, para adquirir cadeiras de rodas que serão doadas ao Lar São Vicente de Paulo.

Nesta terça, o hospital apresentou o resultado de quatro meses de campanha: até o momento, nessa primeira etapa de arrecadação, reuniu 33 garrafas PET cheias de lacres de alumínio, que serão entregues à cooperativa médica.

As garrafas foram dispostas no setor de Nutrição e na recepção do HMSI, que também recebeu doações de visitantes e pacientes do hospital. Para facilitar a colocação dos lacres nas garrafas, colaboradores do HMSI improvisaram um funil, também feito a partir de uma garrafa PET (confira na foto).

“É muito gratificante para nós, do Hospital e Maternidade Santa Isabel, poder colaborar de forma substancial com essa campanha tão nobre. Recebemos regularmente a contribuição de muitas pessoas e empresas, e é importante poder retribuir para a comunidade a ajuda que recebemos”, afirmou o coordenador do HMSI, Dr. Jeyner Valério Júnior.

A Campanha Eu Ajudo na Lata vai continuar arrecadando lacres de alumínio no Hospital e Maternidade Santa Isabel e em outros pontos pela cidade. Para saber os locais que estão recebendo doações, confira no link: www.unimedjaboticabal.coop.br/euajudonalata. Para adquirir uma cadeira de rodas, são necessárias 300 garrafas PET cheias de lacre.

Como participar

A adesão à campanha é gratuita e poderá ser solicitada através do e-mail comunicacao@unimedjaboticabal.coop.br. Um kit contendo garrafas pets personalizadas – para guardar os lacres -, cartaz, porta-folder e folders é entregue aos parceiros da campanha.

Hospital e Maternidade Santa Isabel

HMSI realiza procedimento para eliminar pedra no rim por cirurgia a laser

De | Notícias | Sem comentários

Foto: Dr. José Fabiano Dócusse, um dos médicos urologistas do HMSI

O Hospital e Maternidade Santa Isabel (HMSI) realiza em Jaboticabal procedimento de ureterolitotripsia flexível com auxílio de laser, utilizado para eliminar pedras de até 15 milímetros nos rins de pacientes.

A cirurgia consiste na introdução de um tubo no canal da uretra, e dali até o rim, quebrando a pedra, por meio da aplicação a laser, em pequenos pedaços que irão sair pela urina. Trata-se de um procedimento de média complexidade e é o que está em sintonia com os mais modernos procedimentos para o tratamento de cálculos renais adotados em todo o mundo.

A cirurgia evita a necessidade de incisões ou cortes no paciente, permitindo acessar o rim pelas vias urinárias, com menor agressividade. Além disso, o processo de tratamento tem o acompanhamento de exames de imagem para auxiliar o cirurgião.

O HMSI avança para adotar ainda mais resolutividade na extração a laser de cálculos renais maiores. Hoje, a equipe do hospital oferece solução a praticamente 100% dos casos clínicos, encaminhando para outros centros apenas um pequeno número de pacientes.

Além disso, a urologia é uma das especialidades médicas que conquistou os maiores avanços tecnológicos nas últimas décadas, trazendo ao profissional e à instituição de saúde o desafio da permanente evolução em benefício do paciente.

Atualmente, o HMSI realiza também biópsias Prostáticas (exame para identificar câncer de próstata), possui laboratório de estudo urodinâmico (para avaliar funcionamento da bexiga), está apto a tratar câncer genitourinário, realiza cirurgias laparoscópicas e endourológicas (técnicas minimamente invasivas), além da reversão de vasectomia.

A equipe responsável por realizar esse tipo de cirurgia no Hospital e Maternidade Santa Isabel é composta por médicos urologistas, enfermeiros e radiografistas, que acompanham a ureterolitotripsia flexível com auxílio de laser.

“A realização desse procedimento reduz o sofrimento e a espera dos pacientes que necessitam do tratamento. Além disso, evidencia ainda mais a capacidade e a estrutura do nosso hospital para realizar procedimentos de média e alta complexidade”, afirmou o coordenador do HMSI, Dr. Jeyner Valério Júnior.

“A cirurgia a laser é minimamente invasiva, porque o procedimento é realizado por meio de um orifício natural, a uretra. Não exige cortes, ocasionando menos dor e desconforto ao paciente, que apresenta recuperação mais rápida e retorno às atividades diárias em menor tempo”, ressaltou o Dr. José Fabiano Dócusse, um dos médicos urologistas responsáveis por realizar o procedimento no HMSI.

Confira a equipe de médicos urologistas do HMSI

Dr. João Batista Zucolo
Dr. Jorge Duarte Ribeiro
Dr. José Fabiano Dócusse
Dr. José Francisco A. G. Martins

Provedores do HMSI serão homenageados na próxima terça, 2 de julho, em Sessão Solene na Câmara Municipal de Jaboticabal

De | Notícias | Sem comentários

Na próxima terça-feira, 2 de julho, o Hospital e Maternidade Santa Isabel (HMSI) completa 115 anos de história. Nessa data, a Câmara Municipal de Jaboticabal realiza Sessão Solene em homenagem aos provedores da Irmandade de Misericórdia, conforme decreto legislativo proposto pelo vereador Dr. Edu Fenerich.

A solenidade realizará a entrega de diplomas de honra ao mérito aos próprios provedores ou a familiares, no caso de homenageados já falecidos. O evento, aberto ao público, acontece a partir das 20 horas, na sede do Legislativo Municipal.

A homenagem também procederá a instalação da Galeria de Provedores do HMSI, reunindo quadros com fotos de todos os que passaram pelo cargo nos 115 anos de história da instituição de saúde.
“Para levantar essa antiga e rica história, o HMSI contou com a importante ajuda de familiares ou historiadores para reunir fotos de provedores já falecidos”, afirma o atual provedor, Dr. Luiz Eduardo Romero Gerbasi.

“Foi um trabalho árduo reunir fotos de todos os provedores do HMSI, principalmente dos mais antigos, para que pudéssemos fazer um evento à altura dessa importante história. Contamos com a presença de todos na solenidade”, ressalta Dr. Jeyner Valério Júnior, coordenador do HMSI e que foi provedor entre os anos de 2005 e 2007.

Confira a relação com todos os provedores do HMSI desde sua fundação
1904 a 1916 – Dr. Antonio Martins Fontes
1916 a 1921 – Major João Baptista Novais de Aguiar
1921 a 1930 – Dr. Joaquim Antonio de Oliveira Neves
1930 a 1937 – Antonio de Paula Eduardo
1937 a 1944 – Major Américo de Araújo Lopes
1944 a 1949 – Pedro Dória
1949 a 1955 – Dr. Antonio Arrobas Martins
1955 a 1971 – Armando Lerro
1971 a 1985 – Romário Niero
1985 a 1991 – José Francisco Baratela
1991 a 1995 – Dr. Eduardo Carlos Rodrigues Nogueira
1995 a 2003 – Luiz D’Aparecida Gerbasi
2003 a 2005 e 2007 a 2009 – Mário Fernando Berlingieri
2005 a 2007 – Dr. Jeyner Valério Júnior
2009 a 2011 – Dr. José Francisco A. Geraldo Martins
2011 a 2021 – Dr. Luiz Eduardo Romero Gerbasi

Hospital e Maternidade Santa Isabel promove capacitação sobre diretrizes internacionais no tratamento do paciente com AVC

De | Notícias | Sem comentários

Apenas 2% dos pacientes com AVC no Brasil recebem tratamento específico, alerta especialista

“Apenas 2% dois pacientes com AVC no Brasil recebem o tratamento específico para o problema”, afirmou a Dra. Márcia Alves Moura Polin, que conduziu uma capacitação profissional nesta quinta, 9 de maio, na Câmara Municipal de Jaboticabal, sobre Diretrizes Internacionais no Tratamento do AVC.

O evento, promovido pelo Hospital e Maternidade Santa Isabel (HMSI), em parceria com a companhia farmacêutica Boehringer Ingelheim, contou com a presença de médicos do corpo clínico do hospital, enfermeiros, técnicos de enfermagem e responsáveis pelo serviço de assistência social do HMSI, além de profissionais de outras instituições de saúde do município, convidados para a palestra.

“O tratamento do paciente com AVC é uma linha de cuidado que contempla vários ambientes – pré-hospitalar, hospitalar e pós, e uma equipe multiprofissional”, ressaltou a palestrante, que é coordenadora da equipe de Neurologia do Hospital de Base de Bauru e neurologista do Hospital Unimed de Bauru, com doutorado em Fisiopatologia na área de Neurologia pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu.

“Nosso intuito com essa capacitação é mostrar como funciona o protocolo do atendimento ao paciente com AVC e como deve ser o encaminhamento”, finalizou a Dra. Márcia.

A atividade faz parte da Iniciativa Angels, projeto que visa aumentar o número de doentes tratados em hospitais preparados para o AVC e otimizar a qualidade de tratamento em todos os centros de AVC existentes.

Hospital e Maternidade Santa Isabel - Jaboticabal,SP

Diretrizes Internacionais no Tratamento do AVC é tema de capacitação promovida pelo Hospital e Maternidade Santa Isabel

De | Notícias | Sem comentários

Com foco voltado para a melhoria contínua do atendimento ao cliente, nesta quinta, 9 de maio, o Hospital e Maternidade Santa Isabel (HMSI) promove o evento de capacitação profissional sobre Diretrizes Internacionais no Tratamento do AVC – Acidente Vascular Cerebral, em parceria com a companhia farmacêutica Boehringer Ingelheim.

A atividade faz parte da Iniciativa Angels, projeto que visa aumentar o número de doentes tratados em hospitais preparados para o AVC e otimizar a qualidade de tratamento em todos os centros de AVC existentes.

Participarão da capacitação médicos do corpo clínico do hospital, enfermeiros, técnicos de enfermagem e responsáveis pelo serviço de assistência social do HMSI. Também foram convidados para o evento profissionais de outras instituições de saúde de Jaboticabal.

A ação acontece no Anfiteatro da Câmara Municipal do município, a partir das 19h30, e será conduzida pela Dra. Márcia Alves Moura Polin, coordenadora da equipe de Neurologia do Hospital de Base de Bauru e neurologista do Hospital Unimed de Bauru, com doutorado em Fisiopatologia na área de Neurologia pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu.

“O Hospital e Maternidade Santa Isabel investe em capacitação contínua de seu corpo clínico, para que nossos procedimentos estejam sempre em consonância com as técnicas mais modernas e as últimas novidades da medicina”, afirmou o coordenador do HMSI, Dr. Jeyner Valério Júnior.

 

Hospital e Maternidade Santa Isabel - Jaboticabal

HMSI sorteia moto zero km no dia em que comemora 115 anos

De | Notícias | Sem comentários

O sorteio de uma moto Start Honda 0 KM, que estava programado para ocorrer durante o 2º Boi no Rolete, neste domingo, na Estação de Eventos Cora Coralina, foi adiado para 2 de julho, dia em que o Hospital e Maternidade Santa Isabel comemora 115 anos de atividades.

“Quem comprou o bilhete para o sorteio da moto neste fim de semana pode ficar tranquilo, pois ele valerá para o sorteio do dia 2 de julho, aniversário do nosso hospital. O local e horário do sorteio será divulgado em breve, para que todos possam se programar”, afirmou o coordenador do HMSI, Dr. Jeyner Valério Júnior.

Todo o valor arrecadado com a venda de bilhetes para concorrer à moto, doada pela Associação da Mulher Unimed, será revertido em prol do hospital, e ainda podem ser adquiridos no próprio HMSI, ou pelo telefone 3209-2333, por R$ 30.

O 2º Boi no Rolete acontece neste domingo, 5 de maio, a partir das 11h30. O evento conta com o show da dupla Ulisses e Moisés, que vai cantar grandes sucessos da música sertaneja, com abertura da cantora Gabi Viola.

Ingressos

Ingressos para o evento também estarão à venda na hora. Adultos pagam R$ 40 o convite individual, crianças de 7 a 12 pagam meia (R$ 20), e menores de 6 anos não pagam. O cardápio inclui o boi no rolete e acompanhamentos: arroz, feijão gordo, mandioca cozida, vinagrete e salada verde. Bebidas são à parte, e não serão disponibilizadas marmitas.

Durante o Boi no Rolete também haverá sorteio de diversos brindes, e a equipe de voluntários do HMSI passará nas mesas para vender os bilhetes de cada rodada.