All Posts By

Comunicação

Hospital e Maternidade Santa Isabel registra primeiro caso positivo de COVID-19 entre seus profissionais

por Notícias No Comments

Nesta sexta-feira, 8 de maio, o Hospital e Maternidade Santa Isabel – HMSI, referência na retaguarda ao combate ao Coronavírus em Jaboticabal e cidades da microrregião, registrou o primeiro caso de Covid-19 entre seus profissionais. Uma profissional da enfermagem testou positivo para o vírus e manifestou a doença. Internada no Hospital, seu estado de saúde é considerado estável pelos médicos. Essa profissional não atua na Unidade dedicada a pacientes de Covid-19 na instituição.

Entre corpo clínico, médicos plantonistas, equipe de enfermagem, colaboradores das áreas de apoio, o HMSI conta com 343 profissionais. Um total de oito colaboradores, entre médicos e profissionais de enfermagem, foram testados para a Covid-19 por apresentarem sintomas da síndrome gripal. Sete casos suspeitos foram descartados.

O HMSI criou e mantém em funcionamento uma Unidade para atendimento exclusivo a Covid-19, com profissionais e estrutura específicos. Todos os protocolos para o atendimento a pacientes e segurança de profissionais foram adotados pelo HMSI que conta com uma Comissão de Controle de Infecção Hospitalar.

Desde o início da Pandemia, os custos do HMSI com a aquisição de equipamentos de proteção individual saltou de uma média de R$ 6 mil mensais para os atuais R$ 80 mil, um aumento de mais de mil porcento, o que reflete o cuidado da instituição com seus profissionais. A atualização de procedimentos e treinamentos constantes de colaboradores também marcam a atuação do HMSI no enfrentamento à Pandemia.

Hospital e Maternidade Santa Isabel

O Hospital e Maternidade Santa Isabel lança campanha para arrecadar recursos para o combate ao Covid-19.

por Apoie, Notícias No Comments

O Hospital e Maternidade Santa Isabel lança campanha para arrecadar recursos para o combate ao Covid-19. Ouça a entrevista do coordenador hospitalar, o médico Jeyner Valerio Junior, a Carmo Leonildo da 101 FM.

Clique e escute a entrevista do Dr. Jeyner para a Rádio 101 FM, de Jaboticabal.

Contamos com sua doação de qualquer valor em dinheiro para compra de equipamentos e insumos necessários para esse momento tão delicado.

IRMANDADE DE MISERICÓRDIA DE JABOTICABAL

BANCO DO BRASIL
AG: 0269-0
CC: 47161-5
CNPJ: 56.896.368/0001-34

União dos músicos jaboticabalenses fortalece a campanha de doação para o Hospital e Maternidade Santa Isabel

por Notícias No Comments

Eles formam uma das categorias profissionais mais atingidas pela prática do distanciamento social adotada como forma de diminuir os índices de propagação do Coronavírus. Mas nem isso impediu os músicos jaboticabalenses de darem seu apoio decisivo para a campanha de doação ao Hospital e Maternidade Santa Isabel.

Eles reuniram voz, instrumento e sobretudo, muito talento para lançar a música da campanha Tudo Vai Passar, uma criação coletiva de um grupo de cerca de 30 musicistas para incentivar os cidadãos a fazer frente ao desafio de combater a Covid-19.

‘Sabemos que a música tem um efeito maravilhoso na vida das pessoas, Seguimos o exemplo de músicos do mundo todo e também nos inspiramos no exemplo dos músicos de Taquaritinga pra criar essa campanha para a nossa cidade. Apoiamos o Hospital e Maternidade Santa Isabel que é o centro de atendimento para pacientes da Covid-19 e também para a arrecadação de alimentos, alimentos, roupas e calçados para as pessoas em situação de rua abrigadas no Ginásio Municipal de Esportes’, informa a idealizadora do projeto, a empresária e musicista Melissa Travaini.

Tudo partiu de um grupo de Whatsapp que reuniu os músicos. Juntos escreveram a partitura, realizaram testes, criaram o suporte para a gravação em suas próprias casas. O material foi mixado, equalizado e remasterizado. A Prepara Cursos assina o vídeo da campanha Tudo Vai Passar.

O resultado das três semanas de trabalho é de emocionar. ‘Nossa intenção, em primeiro lugar foi a de levar uma mensagem de fé, de otimismo e de acalanto as famílias jaboticabalenses. Em segundo lugar, quisemos também homenagear os profissionais de saúde, que estão na linha de frente neste combate  e, em terceiro, lugar, nosso objetivo é o de obter doações para o Hospital e para a população abrigada’, salienta Melissa. Ela lembra que os músicos passam por momentos difíceis com shows cancelados, casamentos adiados, bares fechados e sem a possibilidade de dar aulas também, ‘apesar disso, os músicos conseguiram encontrar alegria e força para realizar esse trabalho, mas acredito que a crise pode trazer algo de positivo, de nosso entendimento de que é possível fazer algo de bom para o próximo, a partir do entendimento de que somos todos um’, finaliza.

Músicos que integram a iniciativa por ordem de aparecimento no vídeo

Fer Falanga, Lude Handel, Tiago Brasil, Anderson Oliveira, Edson Cunha, John e Henrique, Aline Merenda, Dupla Divaz, Sharah Bertocco, Charlon Bueno, Lex Villela, Cassio Prado, Laura e Luana Costa, Israel Bahia, Jeff Nascimento, Beto Luppia, Bruno Trindade, Lucas Taveira, Júnior Barbosa, Lucas Bahia, André Assis, Leonardo Fogaça, Poliana Costa, Rafa Thor, Marcos Leone.

Hospital e Maternidade Santa Isabel

O Hospital e Maternidade Santa Isabel lança campanha para arrecadar recursos para o combate ao Covid-19.

por Apoie, Notícias No Comments

O Hospital e Maternidade Santa Isabel lança campanha para arrecadar recursos para o combate ao Covid-19. Ouça a entrevista do coordenador hospitalar, o médico Jeyner Valerio Junior, a Carmo Leonildo da 101 FM.

Clique e escute a entrevista do Dr. Jeyner para a Rádio 101 FM, de Jaboticabal.

Contamos com sua doação de qualquer valor em dinheiro para compra de equipamentos e insumos necessários para esse momento tão delicado.

IRMANDADE DE MISERICÓRDIA DE JABOTICABAL

BANCO DO BRASIL
AG: 0269-0
CC: 47161-5
CNPJ: 56.896.368/0001-34

Comunicado Coronavírus

por Notícias No Comments

A partir desta terça-feira, dia 17 de março, o Hospital e Maternidade Santa Isabel – HMSI, determinou a redução do número de visitantes aos pacientes internados como forma de enfrentamento à pandemia de Coronavírus. Cada paciente internado na instituição poderá receber apenas uma visita por dia.

Acompanhe as medidas anunciadas pelo coordenador do Hospital, o médico Jeyner Valério Junior.

Hospital e Maternidade Santa Isabel recebe primeira etapa do treinamento para atendimento a pacientes com AVC

por Notícias No Comments

Escolhido no final de 2019 para ser instituição referência no atendimento a pacientes com Acidente Vascular Cerebral (AVC), o Hospital e Maternidade Santa Isabel (HMSI) dá continuidade neste início de ano para se tornar uma Unidade de AVC. Entre os dias 7 e 9 de janeiro, a educadora científica Kamila Fachola ministrou o treinamento voltado para equipes assistencial e administrativa, com o objetivo de certificar o hospital, tornando-o apto a fazer todo atendimento ao paciente acometido pela doença.

O curso – que é a primeira etapa do processo, contou com quase 170 inscritos de toda a microrregião, vinculados ao HMSI, Unimed Jaboticabal (Unimed 24 horas e Pronto Atendimentos), Unidade de Pronto Atendimento 24 horas (UPA) e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“O Projeto Angels, internacional, atua em mais de 130 países para qualificar e implementar novos centros de tratamento para pacientes com AVC, e o HMSI foi escolhido como um deles. Serão várias etapas, com previsão de término em junho deste ano, para que o hospital possa ser certificado”, afirmou a palestrante, especialista em Qualidade e Segurança do Paciente e mestre em Gestão em Saúde.

A equipe assistencial (corpo de enfermagem) recebeu orientações para atendimento ao paciente desde o primeiro contato (ligação antes da chegada ao hospital), passando pelo pré-hospitalar, o atendimento em si (como atender, medicar, todo o passo-a-passo), até a alta. Já a equipe administrativa é fundamental na primeira etapa, na chegada do paciente ao hospital, para que possa identificar os sinais e alertar o corpo assistencial.

“O tratamento ao paciente com AVC deve ser feito até nas primeiras quatro horas e meia que surgem os sintomas. Depois disso, não existe mais tratamento específico. O treinamento, portanto, tem como um dos requisitos gerar esse engajamento para que as equipes possam dar a devida importância e saber identificar os sintomas, agilizando o atendimento”, reforçou Kamila.

“Ser escolhido para se tornar uma Unidade de AVC é uma grande conquista para nosso hospital e para toda a saúde de Jaboticabal e microrregião. O tempo é fundamental no atendimento a esse paciente, para que ele possa se recuperar com o mínimo de sequelas possível”, afirmou o Provedor da Irmandade de Misericórdia, Dr. Luiz Eduardo Romero Gerbasi.

“O estabelecimento do protocolo para o atendimento ao paciente com AVC é mais um passo importante para o processo de melhoria contínua do nosso hospital, único responsável pelo atendimento aos pacientes SUS em nossa cidade. Além disso, também evitará que muitos sejam encaminhados a outros centros para esse tipo de tratamento, agilizando todo o processo”, ressaltou o coordenador do HMSI, Dr. Jeyner Valério Júnior.

Para se tornar um estabelecimento apto a atender pacientes acometidos por AVC, é necessário que a instituição de saúde cumpra diversos requisitos, definidos por Portaria do Ministério da Saúde em 2012. Deve oferecer atendimento 24 horas por dia, os sete dias da semana; realizar exame de tomografia computadorizada de crânio ininterruptamente; dispor de equipe treinada em urgência para atendimento a pacientes com AVC, composta por médico, enfermeiro, técnicos de enfermagem, e coordenada por neurologista; disponibilizar atendimento neurológico em até 30 minutos após a entrada do paciente; possuir leitos monitorados para o atendimento ao AVC agudo; realizar serviço de laboratório clínico em tempo integral; e dispor de equipe neurocirúrgica presencial ou disponível em até duas horas, entre outros.

Projeto Angels

O Programa Angels é uma iniciativa internacional da Boehringer Ingelheim que busca qualificar os centros de AVC já existentes e auxiliar na implementação de novos centros. O Brasil, atualmente, conta com 63 centros de atendimento a pacientes acometidos pela doença, a maioria em capitais.

O treinamento para certificar o hospital é constituído por seis etapas, sendo uma delas uma atividade com um paciente oculto para identificar como está o atendimento. Todo o processo tem duração prevista de aproximadamente seis meses, dependendo do desempenho de cada instituição de saúde.

Hospital e Maternidade Santa Isabel promove curso de Reanimação Neonatal

por Notícias No Comments

Profissionais de enfermagem e fisioterapia do Hospital e Maternidade Santa Isabel participaram, nos dias 5 e 6 de dezembro, do Curso de Reanimação Neonatal e de Reanimação de Prematuro em Sala de Parto. A atividade, que faz parte do cronograma do Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), foi conduzida pela médica pediatra Dra. Marisa Aguiar, e realizada no próprio hospital.

O curso – que tem carga horária de 8 horas, abordou temas como humanização da sala de parto, recepção dos recém-nascidos vigorosos (saudáveis) – que fazem a transição em contato pele a pele com a mãe, e condutas necessárias para a reanimação dos bebês que precisam de auxílio na transição da vida de dentro para fora do útero.

Foram realizadas aulas práticas e teóricas, e testes pré e pós-curso. Os profissionais aprovados receberão certificados da SBP – o curso de reanimação neonatal, criado em 1994, já certificou mais de 70 mil médicos e quase 35 mil profissionais de saúde (exceto médicos). Já o curso de reanimação de prematuro existe desde 2012 e certificou mais de 3,5 mil médicos e 2,3 mil enfermeiros e fisioterapeutas.

“O treinamento desenvolve no profissional habilidades que permitem melhor condução do atendimento ao recém-nascido, principalmente em situações de urgência e emergência em sala de parto, resultando em mais qualidade e melhor suporte para os bebês, com mais segurança para o profissional envolvido”, afirma Dra. Marisa.

Ao mesmo tempo em que prepara os profissionais para situações extremas, o curso também eleva o nível do atendimento regular oferecido pelo hospital às gestantes e recém-nascidos. “A instituição que treina seus profissionais oferece serviços mais especializados, mais seguros e melhor atendimento – mesmo em intercorrências de baixo risco”, ressalta a médica pediatra.

Programa de Reanimação Neonatal

Os cursos que foram ministrados no Hospital e Maternidade Santa Isabel são denominados, oficialmente, Curso Teórico e Prático de Reanimação Neonatal para Profissionais de Saúde (≥ 34 semanas) e Curso Teórico e Prático de Reanimação do Prematuro em Sala de Parto (< 34 semanas).

O Programa de Reanimação Neonatal da Sociedade Brasileira de Pediatria, do qual fazem parte, tem como missão “disseminar conhecimentos atualizados relativos ao cuidado do neonato ao nascer, no transporte e na estabilização imediata após a reanimação, com a finalidade de reduzir a mortalidade associada à asfixia perinatal”.

Além disso, também visa fornecer subsídios aos profissionais para melhor analisarem as condições do recém nascido e utilizarem ou não as técnicas e protocolos fornecidos durante o treinamento.

Pelo segundo ano consecutivo, HMSI recebe Missa Campal da Paróquia São Benedito

por Notícias No Comments

No próximo domingo, 17 de novembro, a Paróquia São Benedito realiza a Missa Campal em homenagem à Santa Isabel da Hungria. E, pelo segundo ano consecutivo, a celebração será realizada em frente ao Hospital e Maternidade Santa Isabel (Rua Marechal Floriano Peixoto, 1.387), a partir das 18 horas.

Nesta edição, a Missa Campal será celebrada pelo Bispo Diocesano Dom Eduardo Pinheiro da Silva. Também estarão presentes auxiliando na condução da celebração o Padre Marciel Silva de Lima e o Padre Rodrigo Antônio Biso – ambos da Paróquia São Benedito, e o Padre Adílson, da Paróquia Santa Teresa de Jesus.

Após a celebração da Missa Campal, será realizada uma quermesse, também em frente ao hospital, com venda de pastel de carne e de queijo, cachorro quente e quibe frito, além de bebidas. Todo o valor arrecadado será destinado ao HMSI.

Quem foi Santa Isabel da Hungria

Santa Isabel da Hungria foi uma princesa do início do século XIII que praticava obras de misericórdia, dava de beber e de comer a quem batia à sua porta, distribuía roupas, pagava as dívidas, cuidava dos doentes e sepultava os mortos.

Após a morte de seu marido, o rei Ludovico, a jovem viúva foi expulsa com seus três filhos do reino da Turíngia (região atualmente pertencente à Alemanha) e passou a peregrinar por povoados, trabalhando onde era acolhida, assistindo os doentes, fiando e costurando.

Durante esse período, ela teve seu nome reabilitado por parentes e amigos e pôde retirar-se para o castelo da família em Marburgo. Construiu depois um hospital para leprosos. Viveu os três últimos anos de vida no hospital cuidando dos doentes e acompanhando o término da vida dos moribundos, fazendo trabalhos humildes e repugnantes. Ela faleceu em 17 de novembro de 1231.

Diz-se que no dia de sua morte, um irmão leigo tinha quebrado um braço em um acidente e sofria na cama com dores. Então, Santa Isabel lhe apareceu com vestidos radiantes e o irmão lhe perguntou por que estava vestida tão formosamente. Ela respondeu: “É que vou para a glória. Acabo de morrer para a terra. Estique seu braço porque foi curado”.

Dois dias depois do enterro, um monge cisterciense foi ao túmulo de Santa Isabel e ajoelhou-se para pedir à santa que intercedesse para se curar de uma terrível dor no coração. De uma hora para outra, conta-se que ficou completamente curado de sua doença.

(Informações: Agência Católica de Informações e Franciscanos)